A LESTE, O PARAÍSO

Para quem anda distraído, é importante começar a dar o verdadeiro valor ao impacto que o extraordinário desenvolvimento económico da China e da Índia vai ter (e já está a ter) no mundo e muito especialmente, em África.

Não há equívocos entre interesses públicos e pessoais, ajuda e corrupção.  A China e a Índia têm interesses estratégicos no continente, nos recursos naturais, no mercado de trabalho, nas relações diplomáticas e são claros quanto ao que pretendem. Estão aqui para fazer negócio e nestes negócios, que não são ajuda, nem cooperação, nem caridade ainda não percebi muito bem se os cidadãos comuns ficam a ganhar, mas os estados africanos são soberanos nos negócios que fazem e seja a democracia mais desenvolvida e com mais mecanismos de supervisão e o balanço talvez seja positivo.

E isto veio a propósito de uma notícia publicada hoje nos jornais e da reacção dos leitores online. Os EUA desaconselham os seus cidadãos a visitar o Quénia por questões de segurança, enquanto a Somália for um foco de tensão e ameaça regional. Eis a resposta deliciosa deste leitor que espelha a opinião da maioria dos que fizeram comentários online:

Submitted by Krue
Posted Janeiro 27, 2010 05:22 PM

Thank you mr. Ambassador and I continue to wonder what you are doing in this unsafe country enjoying it so much that you mix and mingle with the locals in traditional regalia. Spare us your cheap talk and go back to the US as soon as you can. With no Americans visiting Kenya, Kenya will not lose much if anything at all. They do not visit as much anyway. Kenya needs to tap the east especially China, there are investors, tourists and are a whopping 2 billion of them!